Rede colaborativa de Conhecimento em Saúde Global

  • M. Rosário Oliveira Global Health and Tropical Medicine, GHTM, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, IHMT, Universidade Nova de Lisboa, UNL, Lisboa, Portugal.
  • Jorge Magalhães Centre for Technological Innovation – NIT FAR. Coordinator of the Master’s Program in Management, Research and Development in the Pharmaceutical Industry. Oswaldo Cruz Foundation/FIOCRUZ, Ministry of Health in Brazil
Palavras-chave: Saúde global, rede colaborativa, web 2.0, gestão do conhecimento, investigação em Saúde

Resumo

A investigação e ação transnacionais colaborativas para promover a saúde para todos podem ser traduzidas como Saúde Global. O século 21 trouxe a necessidade das equipas passarem a trabalhar cada vez mais em redes de investigação científica e tecnológica, devido ao enorme volume de dados existente neste novo milénio. Novos modelos de trabalho necessitam de ser criados a fim de agilizar o avanço da ciência. Portanto, o trabalho em rede de colaboração pode contribuir para a área da saúde pública ser mais eficaz em encontrar soluções para as mazelas da humanidade. Assim, a proposta de fornecer um mecanismo para facilitar a colaboração e a partilha de recursos na área da saúde global entre os países de língua portuguesa e espanhola permitirá a disseminação do conhecimento científico e a oferta de meios pedagógicos inovadores em áreas de excelência da Saúde Global em língua portuguesa e espanhola. Desta forma, abre-se uma oportunidade para desenvolver abordagens para aumentar o impacto das atividades de intercâmbio, partilha e transferência de conhecimento entre os diversos atores através da web 2.0.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Koplan, J. P., Bond, T. C., Merson, M. H., Reddy, K. S., Rodriguez, M. H.,
Sewankambo, N. K., & Wasserheit, J. N. (2009). Towards a common definition of
global health. The Lancet, 373(9679), 1993-1995.
2. Frenk, J., Chen, L., Bhutta, Z. A., Cohen, J., Crisp, N., Evans, T.,… & Kistnasamy,
B. (2010). Health professionals for a new century: transforming education
to strengthen health systems in an interdependent world. The lancet, 376 (9756),
1923-1958.
3. Bonabeau, E. (2009). Decisions 2.0: The power of collective intelligence. MIT
Sloan management review, 50(2), 45.
4. Page, S. E. (2008). The difference: How the power of diversity creates better groups, firms,
schools, and societies. Princeton University Press.
5. Gagnon, L. M., 2011, Moving knowledge to action through dissemination and
exchange. Journal of Clinical Epidemiology, 64 (1), 25–31.
Publicado
2018-08-29
Como Citar
1.
Oliveira MR, Magalhães J. Rede colaborativa de Conhecimento em Saúde Global. ihmt [Internet]. 29Ago.2018 [citado 8Dez.2022];15:89-3. Available from: https://anaisihmt.com/index.php/ihmt/article/view/132