Interação hospedeiro-patogéneo. Rumando a uma medicina personalizada

  • Ana Paula Arez PhD, Investigadora principal com agregação, Unidade de Ensino e Investigação em Parasitologia Médica. Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa
  • Fátima Nogueira PhD, Investigadora auxiliar, Unidade de Ensino e Investigação em Parasitologia Médica. Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa
Palavras-chave: Hospedeiro, Patogéneo, Doenças Infeciosas, Medicina Personalizada

Resumo

O objetivo final e principal da medicina é fornecer o melhor tratamento a cada indivíduo. A Medicina Personalizada é uma nova área em rápido desenvolvimento que pretende ir mais além – pretende o tratamento certo, no momento certo para cada indivíduo. Pretende determinar a predisposição individual para a doença, prevendo os desenlaces clínicos, otimizando os recursos e utilizando a estratégia terapêutica/profilática adequada a cada indivíduo. Apesar de estar atualmente mais avançada na área do cancro, em que existem já inúmeros biomarcadores descritos e validados, a Medicina Personalizada poderá ter um grande potencial e relevância também para as Doenças Infeciosas. Assim, nos dias 20 e 21de novembro de 2014, o Centro de Malária e outras Doenças Tropicais (CMDT/IHMT/UNL) organizou um Ciclo de Conferências, destinado a docentes, investigadores e estudantes das áreas das ciências biomédicas e da vida em que vários investigadores nacionais e internacionais debateram o potencial da medicina personalizada aplicada ao tratamento das doenças infeciosas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-09-03