Como colocar as doenças tropicais na agenda mediática

  • Isa Alves MSc, Gabinete de Comunicação e Marketing, Associação para o Desenvolvimento da Medicina Tropical ADMT, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, Portugal
Palavras-chave: Comunicação social, comunicação em saúde, doenças negligenciadas

Resumo

Apesar de serem responsáveis por elevada mortalidade e morbilidade em todo o mundo, as doenças tropicais não têm a visibilidade mediática que merecem, sendo muitas vezes negligenciadas na cobertura noticiosa. Baseando-se na comunicação veiculada no âmbito de um congresso técnico-científico na área das doenças tropicais, este artigo salienta a necessidade de se desenvolverem estratégias inovadoras para captar o interesse dos media para estas doenças, sendo que os eventos técnico-científicos, designadamente através da disponibilização aos jornalistas de informação científica validada e do acesso a fontes credíveis e especializadas, poderão constituir importantes oportunidades de comunicação para influenciar as agendas dos media e, até, a agenda política. O presente artigo defende ainda que as instituições académicas, científicas e as organizações sem fins lucrativos de apoio ao desenvolvimento devem afirmar-se, cada vez mais, como os porta- -vozes preferenciais de tópicos relacionados com as doenças tropicais - em alternativa às empresas farmacêuticas - devendo constituir-se enquanto fontes de informação credíveis e preparadas para lidar com os jornalistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Balasegaram M, Balasegaram S, Malvy D, Millet P (2008) Neglected Diseases
in the News: A Content Analysis of Recent International Media Coverage Focussing
on Leishmaniasis and Trypanosomiasis. PLoS Negl Trop Dis 2(5): e234.
doi:10.1371/journal.pntd.0000234
2. Hudacek DL, Kuruvilla S, Kim N, Semrau K, Thea D, et al. (2011) Analyzing
Media Coverage of the Global Fund Diseases Compared with Lower Funded
Diseases (Childhood Pneumonia, Diarrhea and Measles). PLoS ONE 6(6):
e20438. doi:10.1371/journal.pone.0020438
3. Adams J, Gurney KA, Pendlebury, D (2012) Thomson Reuters Global Research
Report Neglected Tropical Diseases
4. D.H. Molyneux. (2010) Neglected tropical diseases – Beyond the tipping
point? The Lancet, 375 (9708), 3-4.
5. Chirac P, Torreele E (2006) Global framework on essential health R&D.
Lancet 367(9522): 1560–1.
6. Hudacek DL, Kuruvilla S, Kim N, Semrau K, Thea D, et al. (2011)
Analyzing Media Coverage of the Global Fund Diseases Compared with Lower
Funded Diseases (Childhood Pneumonia, Diarrhea and Measles). PLoS
ONE 6(6): e20438. doi:10.1371/journal.pone.0020438
7. Harcup T, O’Neill D. (2001) What Is News? Galtung and Ruge revisited,
Journalism Studies, 2: 2, 261-280.
8. Balasgaram et al, 2008
Publicado
2018-09-08
Secção
Comunicação e os Media