Produção de um poster infográfico para apoio à perceção do risco em medicina do viajante

  • Duarte Vital Brito Médico interno de formação específica em Saúde Pública Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Central, Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Lisboa, Portugal
Palavras-chave: Medicina do viajante, visualização de dados, comunicação em saúde, literacia em saúde, poster

Resumo

A perceção do risco de adoecer determina a capacidade dos indivíduos adotarem mudanças comportamentais protetoras da saúde. Esta é influenciada por fatores individuais, motivacionais, comportamentais, experiências anteriores e estratégias de comunicação de risco. No contexto da medicina do viajante, o aconselhamento prévio à viagem é forma eficiente para aumentar a perceção de risco dos indivíduos, havendo um défice na abordagem a várias doenças infeciosas. A utilização de posters informativos e representações infográficas permite a transmissão de informação de forma concisa e num formato mais acessível ao público, apesar da sua efetividade face a outras metodologias carecer de avaliação mais detalhada. No âmbito da Pós-Graduação de Informação e Visualização ministrada pelo ISCTE-IUL e Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa foi desenvolvido um poster infográfico com o objetivo aumentar a perceção do risco de doença em contexto de viagem, através da representação das principais patologias existentes nos destinos mais frequentados pelos portugueses e descrição de cuidados prévios à viagem. Colaborações entre a área da Saúde Pública, do Design Gráfico, Visualização e Gestão de Informação apresentam potencial para prevenir a doença e promover a saúde das populações, através do aumento da perceção de risco de doença em contexto de viagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Waters E, McQueen A, Cameron L. Perceived risk and health risk communication. In: Routledge, editor. The Routledge Handbook of Language and Health Communication2014.

Ferrer R, Klein W. Risk perception and health behaviour. Current Opinion in Psychology. 2015;5:85-9.

Kozak M, Crotts J, Law R. The impact of the perception of risk on international travelers International Journal of Tourism Research. 2007;9:233-42.

Wynberg E, Toner S, Wendt J, Visser L, Breederveld D, Berg J. Business travelers’ risk perception of infectious diseases: where are the knowledge gaps, and how serious are they? Journal of Travel Medicine. 2013;20(1):11-

Ilic D, Rowe N. What is the evidence that poster presentations are effective in promoting knowledge transfer? A state of the art review. Health Information & Libraries Journal. 2013;30:4-12.

McCrorie A, Donnelly C, McGlade K. Infographics: healthcare communication for the digital age. The Ulster Medical Journal. 2016;85:71-5.

Cairo A. The Functional Art: an introduction to information graphics and visualization: New Riders; 2012.

Lankow J, Ritchie J, Crooks R. Infographics: the power of visual storytelling. Media CF, editor. USA & Canada: John Willey & Sons, Inc; 2012.

Knaflic CN. Storytelling with data: a data visualization guide for business professionals. USA & Canada: John Wiley & Sons, Inc; 2015.

Stones C, Gent M. The 7 graphic principles of public health infographic design: University of Leeds; 2015.

Council BD. Eleven lessons. A study of the design process. British Design Council; 2016.

Instituto Nacional de Estística I. Estatísticas do Turismo. Instituto Nacional de Estística, IP 2012.

Scotland HP. Fit for Travel: information on how to stay safe and healthy abroad: NHS National Services Scotland; [Available from: https://www.fitfortravel.nhs.uk/home.

Prevention CfDCa. Travelers’ Health 2018 [Available from: https://wwwnc.cdc.gov/travel.

Palling J. Strategies to help patients understand risks. British Medical Journal. 2003;327.

Publicado
2019-03-31