Herbário medicinal histórico da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (séc.XIX): restauro, revisão taxonómica e compilação dos usos medicinais

  • Célia Cabral Coimbra Institute for Clinical and Biomedical Research (iCBR); CNC.IBILI Consortium & CIBB Consortium, Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra (FMUC), Coimbra, Centre for Functional Ecology, Universidade de Coimbra, Portugal
  • Rosa H. Gouveia Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF), Coimbra; Centro Hospitalar Lisboa Ocidental (CHLO), Lisboa; Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra (FMUC), Coimbra, Portugal
  • Teresa Martins Biblioteca das Ciências da Saúde da Universidade de Coimbra (BCSUC), Coimbra, Portugal
  • Duarte Nuno Vieira Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra (FMUC), Coimbra, Portugal
Palavras-chave: Herbário histórico, plantas medicinais, Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra

Resumo

A Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra possui um herbário histórico de plantas medicinais do século XIX, constituído por cerca de 1000 exemplares.
A ideia da sua criação partiu do professor doutor Júlio de Sacadura Botte (professor de “Matéria Médica, Pharmacologia e Pharmácia”) que o solicitou ao professor doutor Júlio Augusto Henriques (diretor do Jardim Botânico e professor de “Botânica Médica”). Dado que o seu jardineiro chefe, Dr. Adolfo Moeller, era já o autor do “Catálogo das plantas medicinais que habitam no continente português”, o professor Júlio Henriques encarregou-o de organizar o herbário medicinal consoante as propriedades terapêuticas das plantas.
Um estudo aprofundado deste herbário encontra-se em curso, mas tanto quanto podemos revelar à data, o principal objetivo da sua criação está relacionado com o seu importante papel pedagógico para que os alunos pudessem conhecer as plantas e suas respetivas indicações terapêuticas.
Presentemente, as plantas encontram-se em bom estado de conservação, contudo o papel onde estão montadas encontra-se muito danificado e os exemplares irão ser remontados em papel isento de ácido (“acid-free”). Será também realizada a revisão sistemática e taxonómica, os dados serão informatizados,
serão feitos o registo fotográfico e a compilação de usos medicinais.
No final do projeto toda a informação ficará disponível num website e será publicada uma obra com a história da criação do herbário, o trabalho de atualização taxonómica, a compilação dos usos medicinais das plantas e o seu registo fotográfico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-22