O contributo dos serviços de diagnóstico laboratorial para o acesso universal à saúde nos países da Comunidade de Língua Portuguesa

  • Marisa Luísa Vieira Global Health and Tropical Medicine, GHTM, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, IHMT, Universidade NOVA de Lisboa, UNL, Lisboa, Portugal
  • Liliana Rodrigues Global Health and Tropical Medicine, GHTM, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, IHMT, Universidade NOVA de Lisboa, UNL, Lisboa, Portugal
  • Fernando Almeida Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge; Ministério da Saúde de Portugal
  • Filomeno Fortes Faculdade de Medicina, Universidade Agostinho Neto, Angola
  • Germano de Sousa Grupo Germano de Sousa – Centro de Medicina Laboratorial
  • Sandra Monteiro Direção da Rede Nacional de Laboratórios de Cabo Verde Ministério da Saúde de Cabo-Verde
  • Henrique Silveira Global Health and Tropical Medicine, GHTM, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, IHMT, Universidade NOVA de Lisboa, UNL, Lisboa, Portugal
  • Miguel Viveiros Global Health and Tropical Medicine, GHTM, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, IHMT, Universidade NOVA de Lisboa, UNL, Lisboa, Portugal

Resumo

Objetivo: promover o debate sobre a importância do laboratório no apoio à saúde pública e aos serviços de saúde nos países de língua portuguesa, numa perspetiva global e de uma só saúde.


Métodos: revisão de literatura, análise dos documentos preparatórios das comunicações do 5º Congresso Nacional de Medicina Tropical, apresentações realizadas pelos oradores de Cabo Verde, Angola e Portugal e o debate que se seguiu.


Resultados: identificaram-se os desafios que deverão ser ultrapassados de forma a criar uma rede de laboratórios de diagnóstico que possa estimular o acesso universal das populações aos cuidados de saúde, tendo-se proposto medidas e estratégias com base na experiência dos sistemas de saúde dos diferentes países de língua portuguesa. Reviu-se o contributo dos Laboratórios do IHMT/NOVA para esta estratégia.


Conclusão: não há acesso universal a cuidados de saúde de qualidade sem serviços de diagnóstico laboratorial de qualidade. Assim, deve-se promover uma correta, eficaz e sustentável inter-relação entre laboratórios de referência nacionais, hospitalares e privados e ainda laboratórios de investigação, todos cooperando em sintonia com os serviços de saúde de modo a garantir os melhores cuidados de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-05