A educação superior em saúde no Brasil: a experiência do PPG Profissional da Fiocruz

  • Mariana Conceição Souza Coordenadora de Educação Farmanguinhos. Laboratório de Farmacologia Aplicada. Professora permanente PPG Profissional em Gestão, P&D na Indústria Farmacêutica. Fundação Oswaldo Cruz/FIOCRUZ
  • Zulmira Hartz Professora Catedrática, GHTM, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, IHMT, Universidade NOVA de Lisboa, Lisboa, Portugal
  • Jorge Magalhães Investigador em Saúde Pública, Farmanguinhos. Núcleo de Inovação Tecnológica. Professor permanente PPG Profissional em Gestão, P&D na Indústria Farmacêutica. Fundação Oswaldo Cruz/FIOCRUZ Investigador Convidado, GHTM, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, IHMT, Universidade NOVA de Lisboa, Lisboa, Portugal

Resumo

Segundo o Banco Mundial e a Organização Mundial da Saúde, metade da população mundial não tem acesso a serviços essenciais de saúde. Uma vez que o estado de saúde é obtido pelo completo estado de bem estar de uma população, esta é a constante busca da humanidade. Como o século 21 é caracterizado como uma era informacional e do conhecimento, cada vez mais esforços são envidados para melhoria contínua desses povos. O setor farmacêutico movimenta mais de US$ 1,3 trilhões/ano. O cenário é complexo e perpassa desde a investigação básica de fármacos e medicamentos a apropriação do conhecimento na sociedade – o medicamento na “prateleira”. Soma-se a este sistema complexo da saúde, os hábitos, epidemiologia, promoção da saúde, avanços científicos e tecnológicos etc. A gestão deste processo se configura como um complexo paradigma educacional para efetiva translação do conhecimento, cuja avaliação em saúde deve ser parte integrante do processo para melhoria contínua e subsídios aos tomadores e decisão, uma vez que o setor saúde demanda a integração de especialistas de múltiplas áreas para a convergência pragmática de ações. Assim, uma abordagem educativa neste setor, que proporcione formar competências em conjunto com a vivência profissional, dinamiza e favorece o processo de ensino aprendizagem, com resoluções práticas, de problemas reais da indústria analisados à luz de conceitos com forte base académica. A experiência deste ensino profissional-académico mostrou-se promissor com subsídios à mudança de legislação, otimização de processos industriais e metodologias para desenvolvimento tecnológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Constitution of the World Health Organization. 1946. Bull World Health Organ. 2002;80(12):983–4.

Basil Achilladelis NA. ‘The Dynamics of Technological Innovation: The Case of the Pharmaceutical Industry’. Res Policy. 2001;30(4):535–88.

IBGE. IBGE :: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [Internet]. Brazil: IBGE; 2011 [citado 15 de fevereiro de 2013]. Report No.: Tábua completa de mortalidade-2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/tabuadevida/2010/

IQVIA. ChannelDynamics Global Reference 2018 - IQVIA [Internet]. 2018 [citado 16 de novembro de 2018]. Disponível em: https://www.iqvia.com/library/publications/channeldynamics-global-reference-2018

Silva VMP da. A educação como pilar da economia solidária [Internet]. [Escola de Ciências Sociais e Humanas - Departamento de Economia Política]: ISCTE- Instituto Universitário de Lisboa; 2018 [citado 24 de agosto de 2020]. Disponível em: https://repositorio.iscte-iul.pt/handle/10071/18751

Westphal FPS. DIREITOS HUMANOS NA EDUCAÇÃO, UM PILAR PARA O EXERCÍCIO DA CIDADANIA E A CONCRETIZAÇÃO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA. Rev Direitos Fundam Democr [Internet]. 2009 [citado 24 de agosto de 2020];5. Disponível em: https://revistaeletronicardfd.unibrasil.com.br/index.php/rdfd/article/view/227

Vinholes ER, Alano GM, Galato D. A percepção da comunidade sobre a atuação do Serviço de Atenção Farmacêutica em ações de educação em saúde relacionadas à promoção do uso racional de medicamentos. Saúde E Soc. junho de 2009;18(2):293–303.

Kira TARAPANOFF (org.). Analise da Informacao para Tomada de Decisao Desafios e Solucoes [Internet]. Vol. 1. Brasil: Editora Intersaberes; 2015 [citado 30

de abril de 2016]. 365 p. Disponível em: http://www.estantevirtual.com.br/b/kira-tarapanoff/analise-da-informacao-para-tomada-de-decisao-desafios-e-solucoes/158550962

Magalhaes, JL, Quoniam, L. Percepção do valor da informação por meio da inteligência competitiva 2.0 e do Big Data na saúde. In: Análise da Informação para

Tomada de Decisão: desafios e soluções. Brasil: Kira Tarapanoff (Org.); 2015. p. 365. (1; vol. 1).

Thiesen J da S. A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-aprendizagem. Rev Bras Educ. dezembro de 2008;13(39):545–54.

Gadelha CAG, Costa LS, Maldonado J. O Complexo Económico-Industrial da Saúde e a dimensão social e económica do desenvolvimento. Rev Saúde Pública. 2012;(ahead):0–0.

Carvalho ALB de, Shimizu HE. A institucionalização das práticas de monitoramento e avaliação: desafios e perspetivas na visão dos gestores estaduais do Sistema Único de Saúde (SUS). Interface - Comun Saúde Educ. 2016;(ahead):0–0.

Magalhães J, Hartz Z, Temido M, Antunes A. Gestão do conhecimento em tempos de big data: um olhar dos desafios para os sistemas de saúde. An Inst Hig

Med Trop (Lisb). 2018;17:7–16.

Hartz ZM de A, Contandriopoulos A-P. Integralidade da atenção e integração de serviços de saúde: desafios para avaliar a implantação de um “sistema sem muros”. Cad Saúde Pública. 2004;20:S331–6.

Temido M, Dussault G. Papéis profissionais de médicos e enfermeiros em Portugal: limites normativos à mudança. Rev Port Saúde Pública. março de 2014;32(1):45–54.

Porter ME, Kramer MR. Creating Shared Value. Harvard Business Review [Internet]. 1o de janeiro de 2011 [citado 16 de novembro de 2018];(January–February

. Disponível em: https://hbr.org/2011/01/the-big-idea-creating-shared-value

Global Health Observatory, WHO. WHO | World Health Statistics 2016: Monitoring health for the SDGs [Internet]. WHO; 2016 [citado 4 de junho de 2016]. Disponível em: http://www.who.int/gho/publications/world_health_statistics/2016/en/

Richmond, L., Stevenson, J., Turton, A. Essay Review The Pharmaceutical Industry: a Guide to Historical Records. Edited by [Internet]. Aldershot; 2003 [citado

de junho de 2016]. Disponível em: http://www.academia.edu/7066887/Essay_Review_The_Pharmaceutical_Industry_a_Guide_to_Historical_Records._Edited_by

Palmeira Filho, P. L., Bomtempo, J. V,, Antunes, A. M. S. The pharmaceutical industry in Brazil: Is innovation the next step for the domestic industry? Chim Oggi

- Chem Today. outubro de 2012;30(5):87–90.

Ventegodt S, Merrick J. Lifestyle, Quality of Life, and Health. Sci World J.2003;3:811–25.

IMS institute for Healthcare Informatics. Global Medicines Use in 2020 - outlook and implications. IMS Health; 2015.

Akiko Libaneo J/ S. Educação Na Era Do Conhecimento Em Rede E Transdisciplinaridade.

Costa LS, Gadelha CAG, Maldonado J. A perspetiva territorial da inovação em saúde: a necessidade de um novo enfoque. Rev Saúde Pública. 2012;(ahead):0–0.

Gadelha CAG, Costa LS, Maldonado J. O Complexo Económico-Industrial da Saúde e a dimensão social e económica do desenvolvimento. Rev Saúde Pública.

;(ahead):0–0.

COMO AS CORPORAÇOES GLOBAIS QUEREM USAR AS ESCOLAS PARA MOLDAR O HOMEM PARA O MERCADO - 1aED.(2018) - Joel Spring - Livro [Internet]. [citado 30 de agosto de 2020]. Disponível em: https://www.travessa.com.br/como-as-corporacoes-globais-querem-usar-as-escolas-para-moldar-o-homem-para-o-mercado-1-ed-2018/artigo/dc03ed54-b783-4bd8-aaea-d906a19e94a4

Chen H, Chiang RHL, Storey VC. Business Intelligence and Analytics: From Big Data to Big Impact. Bus Intell Res. 2012;36(4):1165–88.

Daas PJH, Puts MJ, Buelens B, Hurk PAM van den. Big Data as a Source for Official Statistics. J Off Stat [Internet]. 1o de janeiro de 2015 [citado 22 de abril de

;31(2). Disponível em: http://www.degruyter.com/view/j/jos.2015.31.issue-2/jos-2015-0016/jos-2015-0016.xml

Paturel, P. Penser L’intelligence territoriale au service des PME et TPE. Publ Numér. 2012;49.

Hilbert M, López P. The world’s technological capacity to store, communicate, and compute information. Science. 1o de abril de 2011;332(6025):60–5.

Jamil GL, Malheiro A, Ribeiro F, organizadores. Rethinking the Conceptual Base for New Practical Applications in Information Value and Quality: [Internet].

IGI Global; 2013 [citado 2 de novembro de 2014]. Disponível em: http://www.igi-global.com/chapter/perception-of-the-information-value-for-public-health/84218

Magalhães JL, Hartz Z, Antunes AMS. An Evaluation of Partnership for Productive Development in Brazil’s Healthcare: Measuring the Knowledge Translation

from Implementation to the Impact. Httpservicesigi-Glob-1-4666-8637-3ch024. 2016;525–44.

Magalhaes, JL, MARTINS, M. R. O., Hartz, Z. Big Data em Medicina Tropical: um panorama do conhecimento científico e tecnológico em malária no mundo

e a contribuição de Portugal. An Inst Hig E Med Trop. 2015;13:47–58.

McKinsey Global Institute. Big Data: The Management Revolution - Harvard Business Review [Internet]. 2011 [citado 7 de março de 2013]. Disponível em:

http://hbr.org/2012/10/big-data-the-management-revolution/ar/1

O’Reilly T. What is Web 2.0: Design Patterns and Business Models for the Next Generation of Software [Internet]. Rochester, NY: Social Science Research

Network; 2007 ago [citado 18 de janeiro de 2013]. Report No.: ID 1008839. Disponível em: http://papers.ssrn.com/abstract=1008839

SCHWAB K. The Fourth Industrial Revolution - Livros na Amazon Brasil - 9781524758868 [Internet]. 2016 [citado 16 de novembro de 2018]. Disponível em: https://www.amazon.com.br/Fourth-Industrial-Revolution-Klaus-Schwab/dp/1524758868

Lastres, HMM, Sarita, A. Informação e Globalização na Era do Conhecimento. Rio de Janeiro: Editora Campus Ltda.; 1999. 163 p.

Quoniam, L. Competitive Intelligence 2.0 [Internet]. France: ISTE Ltd and John Wiley & Sons Inc; 2011 [citado 18 de janeiro de 2013]. 400 p. Disponível em:

http://www.iste.co.uk/index.php?f=a&ACTION=View&id=409

Pontes Junior J de, Carvalho RA de, Azevedo AW. Da recuperação da informação à recuperação do conhecimento: reflexões e propostas. Perspect Em Ciênc

Informação. dezembro de 2013;18(4):2–17.

BRASIL, Presidência da República. Plano Nacional de Educação - PNE -LEI No 13.005 [Internet]. 13.005 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB LEI No 9394 [Internet]. 9.394 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm

SANTOS MER, MELLO, JMC. HÉLICE TRÍPLICE NA AMÉRICA LATINA: Conhecimento para a Inovação [Internet]. Rio Grande do Sul: Pontifícia Universidade

Católica do Rio Grande do Sul - PUC RS; 2009 nov p. 240. Disponível em: http://www.pucrs.br/ett/helice_triplice_na_al_publica_site.pdf

Fiocruz / Farmanguinhos [Internet]. [citado 31 de agosto de 2020]. Disponível em: https://www.far.fiocruz.br/

Publicado
2020-10-21