Parcerias colaborativas e inovadoras na gestão do conhecimento para o desenvolvimento sustentável, no âmbito da Iniciativa para a Equidade na Investigação: o Projeto MedTROP - IHMT/FIOCRUZ

  • Paula C. Sousa Saraiva Coordenadora Principal CGIC/IHMT, Centro de Gestão de Informação e do Conhecimento GHMT, Global Health &Tropical Medicine Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Universidade Nova de Lisboa, Portugal
  • André Pereira Neto Laboratório Internet, Saúde e Sociedade (LAISS), Escola Nacional de Saúde Pública, FIOCRUZ, Brasil
  • Zulmira Hartz Subdiretora, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Universidade Nova de Lisboa GHMT, Global Health &Tropical Medicine
Palavras-chave: Gestão do Conhecimento, Desenvolvimento Sustentável, Medicina Tropical – Diretório, Parcerias na Saúde, Equidade

Resumo

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, valoriza no objetivo 17 a equidade e as parcerias no sentido de revitalizar o desenvolvimento sustentável a partir de um compromisso solidário entre as instituições e os cidadãos. 

Procurar uma maior equidade no combate às doenças negligenciadas através da gestão do conhecimento e sua disponibilização em acesso aberto para que possa ser conhecido e reutilizado, contribuirá para o desenvolvimento de nova ciência, e ajudará na disseminação de boas práticas de Saúde Pública. 

O projeto MedTROP é uma parceria IHMT/FIOCRUZ que segue as orientações da RFI/COHRED no cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável centrando-se em 3 eixos: i) a gestão do conhecimento produzido no domínio da medicina tropical e Saúde Pública através de um diretório em acesso aberto; ii) a literacia de saúde destinada a capacitar os profissionais de saúde com ferramentas de pesquisa e programas de literacia de informação apoiando-os na prevenção e erradicação de doenças tropicais e iii) a literacia e comunicação cidadã através da comunicação ao cidadão dos resultados de investigação e projetos de ciência cidadã bem como informação de Saúde Pública e alfabetização digital. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Chan M. Health has an obligatory place on any post-2015 agenda. Sixty-seventh World Health Assembly 2014 [19th may). Geneva: WHO. [acedido em: 19 de setembro de 2017]. Disponível em: http://who.int/dg/speeches/2014/wha-19052014/en/

2. Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável [internet]. Nações Unidas, 2015. [acedido em 1 de setembro de 2017]. Disponível em: https://nacoesunidas.org/wp-content/uploads/2015/10/agenda2030-pt-br.pdf

3. Andrade B, Rocha D. Há equidade na produção do conhecimento sobre as doenças negligenciadas no Brasil?. Tempus Actas de Saúde Coletiva. 2015; 9 (3 set): 21-34. [consultado em: 18 de setembro de 2017] disponível em: http://dx.doi.org/10.18569/tempus.v9i3.1783

4. Fraga de Azevedo J. ; Salazar Leite A. Relatório de uma missão de estudo ao Brasil. Sep. Anais do Inst. Higiene e Medicina Tropical. 1946; 3 (dez): 481-537

5. Fiocruz e IHMT uma parceria com futuro: Brasil e Portugal mais próximos na investigação, formação e património em saúde. Lisboa: IHMT, 2013

6. World Health Organization. Integrating neglected tropical diseases into global health and development: fourth WHO report on neglected tropical diseases [internet]. Geneva: WHO Press; 2017. [citado em 2017 Jul 22]. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/255011/1/9789241565448-eng.pdf?ua=1

7. Council on Health Research For Development. Research Fairness Initiative (RFI) [internet]. COHRED. [acedido em: 18 de setembro de 2017]. Disponível em: http://rfi.cohred.org/

8. Guia sobre Desenvolvimento Sustentável 17 objetivos para transformar o nosso mundo: Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável. UNRIC: 2016 [acedido em 18 de setembro de 2017]. Disponível em: http://www.instituto-camoes.pt/images/ods_2edicao_web_pages.pdf

9. Pereira Neto, A et al. Avaliação participativa da qualidade da informação de saúde na internet: o caso de sites de dengue. Ciênc. saúde coletiva. 2017; .22 (6): 1955-1968.

10. Figueiró AC, Hartz Z, Samico I, Cesse EAP. Usos e influência da avaliação em saúde em dois estudos sobre o Programa Nacional de Controle da Dengue. Cad. Saúde Pública. 2012; Rio de Janeiro, 28 [11, nov):2095-2105 [acedido em 18 de setembro de 2017]. Disponível em: https://www.academia.edu/13683652/Usos_e_influ%C3%AAncia_da_avalia%C3%A7%C3%A3o_em_sa%C3%BAde_em_dois_estudos_sobre_o_Programa_Nacional_de_Controle_da_Dengue

11. Repositórios científicos de Acesso Aberto de Portugal [internet]. Lisboa: FCT. [acedido em 18 de setembro de 2017 .Disponível em: https://www.rcaap.pt/

12. Saraiva P. Sociologia da Saúde e Literacia Digital: oportunidade de intervenção para as bibliotecas de saúde. X Jornadas APDIS: As Bibliotecas das Ciências da Saúde na era da Literacia Digital, Lisboa: ANF; 2012. [citado em 2017 Ago 13]. Disponível em: http://www.academia.edu/4807950/Sociologia_da_Sa%C3%BAde_e_Literacia_Digital
Publicado
2018-06-22